sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Estudo: Por que minha célula não cresce?




A célula como um organismo vivo deve crescer e se multiplicar naturalmente. Para que isso ocorra todas as funções vitais da célula devem estar em pleno funcionamento. Se a célula não cresce e se multiplica é sinal de que algo está errado.
Tenho ouvido uma afirmação que muito tem me impactado na visão de igreja em células e discipulado: “ovelha sadia sempre dá muita cria”. Partindo disso, posso dizer que “célula sadia sempre multiplica muito.
Sendo assim, nos recusamos a fechar células em nossa igreja. Fechar uma célula é uma grande derrota! Se a célula não cresce, o líder, o discipulador e o pastor de rede precisam observar os fatores e trata-los, levando a célula e o líder a serem saudáveis.
Vejamos alguns fatores que levam a célula não crescer:
1.       Não há pratica os 8 hábitos de um líder de célula eficaz
a)       SONHO. Precisa existir o sonho de liderar e fazer parte de um grupo saudável, que cresce e se multiplica.
b)       ORAÇÃO. Precisa haver oração constante pela célula, membros, visitantes e pela multiplicação. O tempo devocional não pode ser negligenciado pelos líderes.
c)       CONVITE.  O Convite precisa ser semanalmente para novas pessoas.
d)       CONTATO. As pessoas da célula não podem se falar apenas nos dias de reunião. Precisa haver contato constante.
e)       PREPARO. A reunião e as demais atividades precisam ser preparadas com antecedência e diligencia.
f)        DISCIPULADO. Se não há discipulado com o líder em treinamento, consolidação com os novos e acompanhamento com os membros da célula, dificilmente haverá crescimento.
g)       COMUNHÂO. A célula precisa ter muito momentos de comunhão.
h)       CRESCIMENTO PESSOAL. Os líderes precisam ter alvos de crescimento pessoal, e precisam estimular o crescimento de todos da célula. 
2.       Não existe fidelidade integral a visão recebida e nem a liderança estabelecida
A falta de paixão pela visão de células e discipulado impede o crescimento e a multiplicação. A paixão é o que nos leva a obediência, é o que nos faz romper os limites. A paixão é o que nos move, nos motiva, nos impulsiona. Sem paixão pela visão, não haverá crescimento. Se você deseja ser um líder frutífero, seja apaixonado por Deus e pela visão que ele tem te dado. Se você deseja ter uma célula que cresça, leve os seus discípulos a se apaixonarem.
Precisa haver fidelidade a visão recebida pela igreja e liderança. A experiência nos mostra que quando um líder não aplica, ou mesmo quando aplica em partes, as orientações recebidas pela sua liderança o seu ministério não vive a plenitude do crescimento que deveria viver. O líder precisa obedecer e aplicar na sua vida e ministério as todas as orientações recebidas pelos pastores, supervisores e discipuladores. Se você deseja ser um líder multiplicador se apaixone e obedeça!
3.       O alvo da multiplicação não foi devidamente estabelecido.
O líder que falha na fixação de alvos, os quais os membros recordam, tem 50% de probabilidade de multiplicar a sua célula. Fixar alvos aumenta essa probabilidade para 75%. Cada discipulador deve checar se o líder tem lançado os alvos com clareza e se os membros têm compreendido. Todos precisam saber a data da multiplicação da célula.
4.       O líder não foi bem treinado
Líderes de célula que se sentem melhor treinados multiplicam suas células com maior rapidez. No entanto, treinamento não é tão importante como a vida de oração do líder e a clareza de seus alvos. Todavia, quando o líder não conduz o grupo com segurança e firmeza, as pessoas se sentem inseguras e não respondem adequadamente. O discipulador deve reciclar e capacitar o líder.
5.       O líder não visita e não vai atrás dos afastados
Líderes que fazem contato com cinco a sete pessoas novas por mês têm 80% de probabilidade de multiplicar a sua célula. Quando o líder visita somente 1 a 3 pessoas por mês, as chances caem para 60%. Líderes que visitam oito pessoas novas, ou mais, a cada mês, multiplicam os seus grupos duas vezes mais do que aqueles que visitam uma ou duas vezes apenas.
6.       O grupo é muito formal
As células que têm seis ou mais encontros sociais por mês se multiplicam duas vezes mais do que aquelas que têm apenas um ou nenhum. Quanto mais o grupo se parecer com uma família, ou com uma equipe bem unida, mais facilmente ele se multiplicará. Grupos festeiros e que gostam de estar juntos atraem pessoas como magnetismo!
7.       Não há cuidado pastoral.
Visitação regular pelo líder aos membros da célula ajuda a consolidar o grupo. Se um membro falta à reunião e o líder nem sequer faz uma ligação para saber o que está acontecendo, fatalmente tal membro se afastará.
8.       O anfitrião não é hospitaleiro.
Provavelmente, poucas coisas afetam tanto o grupo como um anfitrião que não é hospitaleiro. Os visitantes se sentem constrangidos e não voltam, os membros sempre estão entrando em atrito e o ambiente da célula fica pesado. O melhor, nesse caso, é mudar a célula de casa, imediatamente.

Sugestões práticas para tirar a célula da estagnação:
· Experimente mudar o líder, ou o auxiliar;
· Experimente mudar o anfitrião, mesmo sendo ele, aparentemente, um bom anfitrião;
· Experimente mudar o local da célula;
· Experimente mudar o dia da reunião;
· Experimente mudar o horário da reunião.
· Experimente fazer enxertos/junção com outras células.

Pr Fernando Balthar (estudo ministrado na célula de pastoreio de líderes em 31/08/2012.

Nenhum comentário:

Postar um comentário