sábado, 5 de janeiro de 2013

Estações do trilho de Discipulado




Eclesiastes 3:1-8 nos revela que há tempo determinado para todas as coisas debaixo do céu. Da mesma forma, ao olharmos Mateus 16:1-4, Jesus é cercado pelos fariseus e saduceus para que Ele lhes desse um sinal vindo do céu. A resposta de Jesus no verso 2, externa sua indignação quando somente se faz leituras das estações no aspecto natural, sem entender que toda estação tem regências espirituais diferentes. Nós, a Igreja de Cristo, precisamos atentar para isso.
Deus é o Senhor do tempo e das estações. Ele é quem comanda tudo em nossas vidas.  Em Daniel 2:20-22, lemos:  
"Falou Daniel, dizendo: Seja bendito o nome de Deus de eternidade a eternidade, porque dele são a sabedoria e a força; E ele muda os tempos e as estações; ele remove os reis e estabelece os reis; ele dá sabedoria aos sábios e conhecimento aos entendidos. Ele revela o profundo e o escondido; conhece o que está em trevas, e com ele mora a luz".  
Esse tempo de Deus é o Kairós, o tempo em que Ele age em nossa vida de acordo com seus planos e sonhos. Cremos que 2013 – o ano do discipulado é o Kairós de Deus para nós. Dentro do tema desse ano temos um caminho (estações) proposto por Deus para percorrermos. Esse projeto irá nos guiar e facilitar nosso caminho rumo às conquistas e o aumento do Reino de Deus, chamamos esse projeto de: ‘4 Estações do trilho de discipulado’.
Essa é uma filosofia que divide o período de um ano de trabalho da igreja em quatro diferentes estações correspondentes às estações do ano. Cada trimestre do ano terá uma estação que norteará nossos trabalhos. Assim, iremos focar esforços, planejar estratégias e desenvolver ações, para que esse ano seja o melhor de nossas vidas.
O projeto de Igreja em Células nas "4 estações do trilho de discipulado" não é apenas um programa ou mais um evento que estamos inserindo na igreja. Na verdade, este projeto é a extensão natural do momento que estamos vivendo, após esses anos experimentando o modelo de "Igreja em Células”. As 4 estações é uma visão de trabalho que permite qualquer pessoa saber para onde estamos indo. Todas as atividades de nossa igreja, no sentido de “fazer discípulos”, ou seja, cumprir a grande comissão será orientado por esse trilho de discipulado.

O Ano de 2013 é o Ano do Discipulado!  As ‘4 Estações do trilho de discipulado’ são:  

§  Estação do Ganhar (Fevereiro a abril) – É a estação de arar a terra, do plantio. Nesta estação estaremos focados em semear a Boa Semente, a Palavra de Deus, com o propósito de ganharmos vidas para Cristo. Foco Ministerial: Crescimento, evangelismo, testemunho e integração nas células.
Ganhar significa: Adquirir, conquistar, tomar posse, alcançar, tirar bom resultado, recuperar, dar à luz, vencer, superar e receber. Todos esses significados servem para nos mostrar o que Deus quer que façamos em relação às almas perdidas. Ganhar quer dizer Evangelizar. Evangelizar é apresentar  a salvação, ganhar vidas, ganhar almas para Jesus. 
Ações da Estação do Ganhar? 
1.      Cultos de celebração.
2.      Evangelismo Pessoal.
3.      Células.
4.      Eventos de colheita. 
5.      Eventos Ponte.
6.      Evangelismo urbano.
7.      Oração e jejum 30x3.

§  Estação do Consolidar (Maio a Julho) – É a estação do cuidado, é tempo de nutrir, de monitorar o que foi plantado. É tempo de nutrição da planta para dar uma excelente plantação e frutos exponenciais. Nesta estação cuidaremos espiritualmente das pessoas que foram salvas por Cristo. É o tempo de consolidar o discipulado na vida do novo convertido.
Foco Ministerial: Cuidado, integração, discipulado, edificação, integração na Igreja e Batismo.
Consolidar significa: Tornar sólido, seguro, fortalecer, reforçar, firmar, ajudar e cuidar. Todos esses significados servem para nos mostrar o que Deus quer que façamos em relação aos novos decididos. O processo de consolidação, iniciado logo após a decisão, prossegue agora através de várias ações, com vistas à solidificação da obra redentora de Cristo.
Ações da Estação do Consolidar:
1.    Fonovisita (24 horas após a decisão por Cristo).
2.    Contato pessoal (até 7 dias após a decisão).
3.    Visitas.
4.    Festa da Comunhão.
5.    Primeiros Passos.
6.    Integração nas células.
7.    EMPacto.
8.    Batismo.

§  Estação do Treinar (Agosto a Outubro) – É tempo de investir no crescimento das sementes lançadas! É o período de desenvolver novos líderes que apoiam a colheita. Esses novos líderes são fruto de relacionamentos e do compartilhar das bênçãos derramadas em nossas vidas pelo Senhor. Será o tempo para desenvolver relacionamentos intensos e saudáveis na família e na Igreja.
Foco Ministerial: Capacitação, treinamento, comunhão, comunidade e relacionamento. É a estação na qual, juntos, colheremos os frutos.
Treinar significa: Acostumar, adestrar ou submeter a treino; Exercitar-se para realizar trabalhos. Adquirir ou apurar habilidades. Treinar é desenvolver pessoas. Isso é o que Deus deseja que façamos com aqueles que chegaram e foram integrados na célula e na igreja após a consolidação. Pelo discipulado iremos desenvolver Cristo nas pessoas.
Ações da Estação do Treinar:
1.      Escola de Discípulos.
2.      Discipulado 1 a 1.
3.      Nova Escola Dominical.
4.      Treinamento para líderes de células.
5.     Servir no EMPacto.   
6.      Integração nos ministérios da Igreja.
7.      Líderes em Treinamento de célula.

§  Estação do Enviar (Novembro a Janeiro) – É o tempo de colher. Essa também é a estação da ação de graças a Deus pelos frutos colhidos. É o tempo de louvor pela excelente colheita; pelas pessoas que foram alcançadas e restauradas por Cristo. É a estação da alegria, de festa, da vitória por tudo o que Deus realizou em nossas vidas, família e Igreja.
Foco Ministerial: Celebração, colheita, multiplicação e compromisso.
Enviar significa: Pôr a caminho; Encaminhar; Fazer partir com uma finalidade; Fazer chegar a; lançar. O trilho de discipulado somente se encerra com o envio daqueles que ganhamos, consolidamos e treinamos. O Enviar é a consequência do trabalho de todas as estações anteriores. Logo que a pessoa esteja pronta, será enviada a liderar uma Célula, para repassando aos seus/suas discípulos(as) a visão e a necessidade de que cada um deles seja frutífero e almeje também ser um líder celular na casa de Deus.
Este é o último degrau da escada. Quando alguém entra de fato nele; Quando passa a ser líder de Célula. Sua jornada agora não tem limites. Ele estará envolvido em desenvolver sua célula, através da qual estará ganhando vidas para Cristo, consolidando-as, treinando-as e enviando-as.
Ações da Estação do Enviar:
1.      Multiplicação da célula.
2.    Ministrar Primeiros Passos para os novos convertidos.
3.      Ter seus próprios discípulos 1 a 1.
4.      Liderar uma célula.
5.      Ministrar no EMPacto.
6.      Se tornar professor na Escola de Discípulos.

Pr Fernando Lopes Balthar


Um comentário:

  1. Nossa muito maneiro!Pastor parabéns pelo seu trabalho. Fico feliz em ver este trabalho tão bem estruturado. Conte comigo sempre! Estou orgulhosa de fazer parte deste corpo! Ano novo, novos planos... Deus muito obrigada por tudo!

    ResponderExcluir